top of page
Buscar

Você conhece o método Active Recall?

A recordação ativa é essencial se você deseja realmente lembrar o que aprendeu. Entenda o que é, para que você possa usá-lo para estudar com eficácia e se sair bem nos exames e na sua vida.



Olá meninas,


Nesse post vamos compartilhar e aprender juntas sobre esse método que é extremamente eficiente. Compartilhe com a familia e amigos também!


O active recall é um método de estudo que envolve a recuperação de informações e testes repetidos para melhorar a retenção, memorização e compreensão. É comumente usado de forma autodirigida por meio de flashcards ou perguntas autogeradas.


Na literatura científica, a recordação ativa é comumente referida como “teste prático” ou “prática de recuperação”.


O método é mais comumente usado por estudantes universitários para estudar para os exames. No entanto, ele tem uma ampla gama de aplicações em outros campos também.

Há evidências crescentes a favor da recordação ativa, e a maioria das pessoas pode se beneficiar de recursos aprimorados de memorização de uma forma ou de outra.


Ao virar um novo cartão, você vê a pergunta e sabe que do outro lado está a resposta.Esse momento - quando você tenta se lembrar da resposta antes de verificá-la - é a recordação ativa ou active recall.


É uma prática de recuperação;é quando seu cérebro entra em seu vasto depósito de informações e procura por um dado específico.


Quais são as melhores estratégias de recall ativo para os alunos?


Se você deseja integrar o método de evocação ativa em seu processo de aprendizagem, considere o uso de algumas das estratégias a seguir.


Todas essas estratégias são projetadas para a aprendizagem autodirigida e funcionam melhor quando você estuda sozinho em um espaço de estudo confortável. Essas são as estratégias que descobri pessoalmente serem as mais úteis ao usar a active recall.


Teste prático


O teste prático é parte integrante do método de evocação ativa e é, de longe, a melhor maneira de estudar para os exames. Não é por acaso que a maioria dos alunos com melhor desempenho no mundo têm uma capacidade extraordinariamente forte de se testar. O teste prático costuma ser o que diferencia os alunos de alto desempenho da média dos alunos.


O autoteste ajuda a lembrar, reter e compreender tópicos mais rapidamente e é fantástico para prepará-lo para exames difíceis. Se você dominar o teste prático, nenhuma pergunta do exame o surpreenderá novamente, pois você terá passado por todas as questões do exame em potencial repetidas vezes quando o período de exame chegar.


Agora, você pode ficar se perguntando - de onde você tira as perguntas do teste prático?
A melhor maneira é gerar você mesmo as questões do estudo.

Mas, também existem algumas maneiras de reunir perguntas de estudo sem ter que criá-las você mesmo:


  • Verifique os resumos e as seções de final de capítulo de seus livros em caso de dúvidas.

  • Passe por todos os materiais fornecidos pelo palestrante e encontre todas as perguntas.

  • Pesquise no Google seu tópico e tente encontrar perguntas de estudo pré-escritas em fontes online disponíveis ao público.


Mais cedo ou mais tarde, porém, você vai querer começar a gerar suas próprias perguntas de estudo.



Perguntas geradas por si mesmas


Criar suas próprias questões de estudo e praticar testá-las com repetição espaçada é a melhor técnica de estudo que conheço.


Embora essa estratégia seja cognitivamente mais desafiadora do que reler materiais ou responder a perguntas pré-escritas, também é muito mais gratificante.


Criar suas próprias questões de estudo autogeradas não apenas ajuda seu cérebro na retenção de conhecimento, mas também estimula o processo de ensaio elaborativo que forma conexões entre bits pré-existentes de informação em sua memória.


Ao criar suas próprias perguntas, você é um participante ativo no processo de revisão, em vez de um consumidor passivo do conteúdo de outra pessoa.